quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

barata

é como me sinto:
pequena,
insignificante,
pisam-me e continuo a dar ao rabinho...

*a única coisa que me consola,
é que as baratas são os únicos animais
capazes de sobreviver a um holocausto....

3 pipocas:

Sofia disse...

Há dias que nos sentimos assim.
Mas depois passa: é como dizes, as baratas sobrevivema tudo ;)
Bjinho muito, muito grande

SONHADOR disse...

E eu sou um barata macho.
Também me sinto assim, de vez em quando.

Não deixes de lutar por aquilo que acreditas.

Beijos.

gaiatA disse...

Aix .. n fales em baratas q fico completamente en0jada e arrepiada!!!

És é muito f0rte, isso sim !